23 de fev de 2013

Não adianta procurar onde não há luz


Voltando certa vez para casa, á noite, um vizinho encontra o mulá de quatro no chão, como se procurasse algo.
- Perdeu alguma coisa, Nasrudin?
- Oh,sim. – responde ele – Minha chave. Já fiz de tudo e não consigo encontrá-la.

O vizinho, que era uma pessoa generosa, solidária, põe-se também de quatro com Nasrudin, para ajudá-lo a encontrar a chave. Passam-se vinte, trinta minutos, e o vizinho volta a perguntar:
- Tem certeza de que a perdeu aqui?

Responde o mulá:
- Aqui? Não. Eu a perdi lá em cima, perto de minha casa.
- Mas então por que razão nós a estamos procurando aqui? Pode por acaso me esclarecer isso?

E o mulá:
- É que aqui há mais luz. Como queria que eu encontrasse o que quer fosse naquela escuridão toda lá de cima?
  
Estaria Nasrudin, nesta história, que é uma das suas mais famosas, nos entregando a primeira das chaves sufis: Não adianta procurar onde não há luz.

Pense nisso e ótimo dia,

Abraço do Evaldo Costa

Nenhum comentário: