6 de set de 2012

Pódio verde e amarelo em Londres



Ontem, em Londres, a corredora paralímpica Terezinha Guilhermina subiu no ponto mais alto do pódio nos 100m T11(o módulo para deficientes visuais). Além de ter ganhado, o tempo de 12s01 fez com que ela se tornasse a nova recordista mundial da modalidade mais rápida do esporte. 

Este, sem dúvidas, foi um grande marco para ela e para todos que acompanham as Paralimpíadas pois após o episódio da prova dos 400m rasos T12, onde depois dela sentir o guia cair e abrir mão do tão sonhado ouro, vencer a prova dos 100m e bater o recorde, foi uma verdadeira conquista. “Pude mostrar ao mundo que num dia a gente pode chorar, mas no outro sorrir e dançar., disse a atleta.
 
Além de Terezinha, o Brasil conquistou também a prata e o bronze. Jerusa Santos, com o guia Luiz Henrique Barboza, correu em 12s75 e conquistou o segundo lugar. Guiada por Fábio Dias de Oliveira, Jhulia Oliveira, com 12s76, foi a terceira colocada. Um verdadeiro show de talentos, garra e superação. 

Ao terminar de ler essa notícia, refita sobre sua vida. De que modo você tem superado seus obstáculos? Até que ponto você está disposto a perseverar em busca de seu sonho? Aprenda com esses grandes exemplos!

Continue nos acompanhando e veja mais notícias sobre as Paralimpíadas 2012 em Londres.


Nenhum comentário: