25 de jan de 2010

A esperança que supera a saudade

Acabo de chegar de uma longa viagem a Índia, Nepal e Emirados Árabes. O vôo de volta foi longo e parte do tempo passei conversando com alguns tripulantes do avião. Percebi que a equipe era formada por diferentes culturas. Todos compartilhando a experiência de morar em um país distante.

Ver a família, para muitos é possível, apenas uma ou duas vezes ao ano. A dificuldade de adaptar-se a uma nova cultura é real, a saudade aperta, a solidão chega sem pedir permissão e a vida torna-se mais difícil. Mas, se é assim, o que leva tantas pessoas a trilhar a mesma rota?

Para uns, obter diferentes experiências, para outros, ganhar mais dinheiro, conhecer novos lugares, culturas etc. Os motivos podem ser os mais variados possíveis, mas uma coisa parece comum entre todos os que toparam o desafio de uma vida solitária longe da família: a esperança de dias melhores.


Se você se encaixar no exemplo e estiver sentindo saudades, lembre-se que a esperança é mais importante do que a saudade.

Pense nisso e ótimo dia,

Nenhum comentário: