18 de dez de 2009

Ninguém negocia com inimigo

Você negociaria a compra de um bem com um inimigo? Pouco provável, não é mesmo? Muita gente que vive de vendas não percebe que precisa desenvolver afinidades antes de querer vender algo.

Aliás, boa parte dos que podem comprar os nossos produtos somente decidem fazê-lo quando passam a acreditar em nós. O tempo que leva para conquistar o elo de confiança dependerá de muitos fatores, como: da sua reputação, do prestígio de sua marca, da idoneidade da empresa que você representa etc.

Tudo que boa parte dos que vivem de vendas desejam, é vender o produto e cair fora. Eles sabem que quanto mais vendas fizerem, maiores serão os seus ganhos. O que poucos sabem é como agir para que as vendas se maximizem e perpetualizem. Naturalmente, o passo mais estressante é a que antecede o fechamento: a negociação.

É nesta fase que os menos experimentados pensam perder a venda. Com um pouco de reflexão, descobrirão que chegaram à negociação de maneira “forçada”. É como se o médico tentasse fazer o parto antes do tempo. Poderá até conseguir, mas não sem prejuízo para o bebê.

Pense nisso e ótimo fim de semana,

Nenhum comentário: